Blog

Agência Minas Gerais | Minas recebe comitiva chinesa para troca de experiências sobre meio ambiente e desenvolvimento sustentável

Dirigentes do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema) receberam, nesta sexta-feira (1/3), uma comitiva da Província de Jiangsu, na China, para uma troca de experiências sobre temas ligados ao meio ambiente e ao desenvolvimento sustentável. O encontro foi realizado no Parque Estadual da Serra do Rola-Moça, em Belo Horizonte, onde o grupo assistiu a diversas palestras com iniciativas do Governo de Minas que contribuem para a preservação de áreas verdes e melhoria da qualidade do ar.

O secretário de Estado Adjunto de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Leonardo Rodrigues, pontuou que as questões ambientais ultrapassam fronteiras e que a missão de minimizar os danos por efeitos climáticos severos deve ser compartilhada entre cidades, estados e países. O secretário lembrou ainda do estabelecimento de relações de regiões irmãs entre o Estado de Minas Gerais e o Governo de Jiangsu.

“Como testemunha da parceria de Minas Gerais e da China há 27 anos no desenvolvimento de energia, eu tenho certeza que caminhamos agora para uma parceria de desenvolvimento sustentável e de uma busca por soluções que possam minimizar os danos climáticos. As questões ambientais ultrapassam as fronteiras terrestres”, afirmou Leonardo.

Já o diretor-geral do Instituto Estadual de Florestas (IEF), Breno Lasmar, ressaltou que o Parque Estadual da Serra do Rola-Moça é uma área de preservação inserida dentro de um espaço urbano, reforçando a importância de se ter locais com rica presença de flora e fauna próximos a grandes centros. “Isso proporciona uma qualidade de vida superior para que a gente quebre um pouco essa ‘floresta de cimento’ que nós temos nas cidades”, disse.

O presidente da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), Rodrigo Franco, enfatizou o desejo de o Sisema estreitar ainda mais as relações com a Província de Jiangsu para que possam, juntos, proporcionar desenvolvimento. “É prioridade para nós criar um ambiente favorável para investimentos e desenvolvimento sustentável em nosso estado”.

O diretor de Atração de Investimentos da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Invest Minas), Leandro Andrade, também presente no evento, ressaltou que a parceria entre Minas Gerais e Jiangsu vem aumentando, citando como exemplo a instalação da empresa chinesa XCMG (Xuzhou Construction Machinery Group Co. Ltd.) em Pouso Alegre, e o esforço do estado para atrair investimentos verdes e sustentáveis.

“Hoje vocês terão a oportunidade de conhecer o que o Governo de Minas tem feito para cuidar ainda mais e preservar o meio ambiente e, sobretudo, superar desafios, resolver problemas com inteligência e criatividade, para que o nosso estado seja cada vez mais um estado melhor para se investir e se viver”, salientou.

Representando a comitiva de Jiangsu, o vice-diretor geral do Departamento Provincial de Ecologia e Meio Ambiente, Qian Jiang, não escondeu o encanto ao chegar em Minas Gerais e se deparar com diversas áreas verdes pelo estado. Qian relatou os desafios enfrentados em Jiangsu e disse se inspirar no Brasil para resolver as questões pendentes na Província.

“É um prazer estar no lindo estado de Minas Gerais. Estamos gostando muito e estamos surpresos de chegar nesse parque e ser um lugar tão verde. Trabalhamos no mesmo plano, criando um mundo mais verde para a nossa civilização”.

Palestras

Quem abriu o ciclo de palestras foi o gerente de Monitoramento Territorial e Geoprocessamento do IEF, Bruno Porto. Ele apresentou o projeto “Monitoramento Contínuo da Cobertura Vegetal”, que faz o levantamento das áreas do desmatamento no estado a partir de imagens de satélite. O objetivo principal é alimentar a base de dados da fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), avisando, ainda, de desmates feitos de forma irregular, sem autorização dos órgãos competentes.

Em seguida, a diretora de Qualidade e Monitoramento Ambiental da Semad, Priscila Koch, falou sobre monitoramento da qualidade do ar e controle de emissões. Ela citou a construção do plano de controle de emissões atmosféricas e quais foram os caminhos utilizados para a construção do documento. Priscila mostrou o exemplo que foi constatado na cidade de Betim, onde foi feito o inventário completo daquela região, com a identificação dos principais contribuintes para as emissões na cidade e o respectivo cálculo de metas de redução das emissões.

Por fim, a gerente de Recuperação de Áreas de Mineração da Feam, Patrícia Fernandes, falou sobre a recuperação ambiental das áreas de mineração. Ela apresentou o acompanhamento que a Feam realiza das minas paralisadas, bem como dos processos administrativos de fechamento de mina e da gestão das minas abandonadas.

Patrícia também apresentou o cadastro de minas abandonadas, que é um instrumento de gestão e publicização que a Feam tem para a sociedade. Além disso, a gerente mostrou números, como quantitativo de processos administrativos que estão sob análise da Feam atualmente, bem como estatísticas sobre acompanhamento de recuperação ambiental.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *