Blog

Agência Minas Gerais | Escolas estaduais promovem integração entre estudantes do EMTI com o Acolhimento Marco Zero

Nesta semana que marcou o início do ano letivo na rede estadual de ensino, as escolas de Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI) da rede estadual realizaram o Acolhimento Marco Zero, iniciativa destinada a receber os novos estudantes e integrá-los ao ambiente escolar desde o primeiro momento. Por meio de rodas de conversas dinâmicas e apresentações artísticas, o intuito foi sensibilizar os recém-chegados sobre a essência do projeto educacional nas escolas. Esse momento também marcou o início das reflexões propostas pela Atividade Integradora Projeto de Vida.

Em cada escola a ação teve a duração de um dia e foi conduzida de forma criativa pelos estudantes treinados como Jovens Protagonistas, com o acompanhamento de um Especialista em Educação Básica (EEB), Coordenador Geral do EMTI (EEBCG) ou Professor Coordenador Geral (PCG). Durante as atividades os participantes foram guiados a refletir sobre a importância de seus sonhos e sobre as expectativas relacionadas à sua realização, por meio do exercício do Protagonismo.

As atividades do Acolhimento, além do aspecto receptivo, possuem fundamentação pedagógica e precisavam ser conduzidas conforme roteiro pré-estabelecido. Os resultados obtidos durante as atividades serão utilizados ao longo do ano para enriquecer as aulas de Projeto de Vida e fornecer subsídios para o planejamento pedagógico da instituição de ensino, uma vez que os sonhos dos estudantes são compartilhados durante a dinâmica.

Na Escola Estadual Professora Nhanita, em Santa Bárbara, a ação foi dividida em dois momentos: uma cerimônia festiva liderada pelos jovens protagonistas, que incluiu apresentações artísticas e interação com os estudantes, professores e gestores; e uma roda de conversa conduzida pelos protagonistas, focada nos estudantes do 1º ano do EMTI, para esclarecer o funcionamento do programa e discutir dúvidas e expectativas.

“Ser recebida por jovens que além de vestir a camisa da escola são a escola em movimento, é de arrepiar. Mostra toda a potência dessa juventude, que se bem orientada ainda vai nos orgulhar muito. Ao mesmo tempo, evidencia nossa responsabilidade como gestores de garantir todos os direitos de aprendizagem desses estudantes”, afirma Sidinéa Fernandes, diretora da escola.

Para o Jovem Protagonista Ruan dos Santos Xavier, de 16 anos, o momento é muito importante, pois “quando um adolescente conversa com outro adolescente, sem a presença de um professor, tira a vergonha de quem está chegando. Os alunos do 1º ano, por exemplo, tiveram confiança para fazer perguntas”, destaca o estudante da unidade.

Na Escola Estadual Governador Milton Campos, de Belo Horizonte, os novos estudantes foram acolhidos pelos Jovens Protagonistas que os ajudaram a localizar suas salas e apresentaram o espaço escolar. Além disso, foram realizadas atividades como o “Varal dos Sonhos” e a “Cápsula do Tempo”, integrantes da eletiva Projeto de Vida, juntamente com atividades recreativas como rouba-bandeira e cabo de guerra.

“Ser bem recebido por um outro jovem que já pertence à escola, dá a sensação de segurança e pertencimento. O sucesso do ano letivo está vinculado ao sucesso do acolhimento. Trabalhar desde o início o sonho dos nossos  jovens é essencial para que juntos, alunos, professores, funcionários e direção, possamos trabalhar na construção do projeto de cada aluno”, afirma a diretora Nivia Galvão Augsten.

Participaram da ação 790 escolas das 47 Superintendências Regionais de Ensino (SRE) do estado, nas quais mais de 90 mil estudantes estiveram envolvidos no Acolhimento Marco Zero.

Formação Inicial 

No dia 2 de fevereiro foram realizadas formações virtuais nas escolas que oferecem Educação em Tempo Integral. Para isso, foi enviado às escolas uma gravação abordando os princípios e orientações sobre o modelo pedagógico e de gestão, além dos componentes curriculares exclusivos. 

Cada instituição reservou 1 hora do dia escolar para que todos os professores assistissem ao vídeo, com o objetivo de apresentar os princípios da educação em tempo integral na rede estadual, subsidiando o planejamento das atividades docentes. O Projeto de Vida dos estudantes é a centralidade do modelo, que movimenta os 3 eixos: a excelência acadêmica, as competências do século XXI e a formação para a vida. A formação permite aos professores organizar momentos de planejamento e desenvolvimento de estratégias que ampliem as experiências dos estudantes em suas dimensões cognitiva, física, social e emocional.

Formação com a 1 Milhão de Oportunidades

Nos dias 23/1 e 6/2, a SEE/MG, em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) na iniciativa Um Milhão de Oportunidades (1MiO), realizou formações para analistas das 47 SREs em busca de apoiar a transição de estudantes para o mercado de trabalho. 

O objetivo foi capacitar sobre protagonismo juvenil, formação no ensino médio e inserção produtiva dos jovens. Os analistas serão multiplicadores da metodologia nas escolas EMTI Profissional, com as SREs desempenhando papel crucial na disseminação da metodologia. 

O trabalho nas escolas busca diversificar as experiências formativas dos jovens, oferecendo cursos na plataforma 1MiO e aprofundando temas relevantes no Projeto de Vida. Os estudantes receberão certificados e terão mais oportunidades de empregabilidade, além de concorrerem a bolsas de estudo, como Inglês, fornecidas por parceiros do Unicef.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *