Blog

São José tem redução de mortes no trânsito em 2023

Beatriz Rosa


Secretaria de Mobilidade Urbana

Com campanhas permanentes de orientação de motoristas e pedestres e novas medidas para ampliar a segurança viária, São José dos Campos reduziu o número de mortes no trânsito em 2023 em relação ao ano anterior. Foram 49 óbitos no ano passado e 51 em 2022.

Os dados foram publicados nesta segunda-feira (15) pelo Infosiga, banco de dados do Governo do Estado de São Paulo sobre acidentes de trânsito. O balanço corresponde aos acidentes de trânsito em vias urbanas, sob jurisdição municipal, onde o município pode atuar.

A principal vítima do trânsito em 2023 foi homem (77,5%), motociclista (47%), com idade entre 30 e 59 anos (41%). Foram 23 óbitos envolvendo motociclistas, 16 pedestres, cinco automóveis, quatro bicicletas e um caminhão. Entre as vítimas, 38 homens e 11 mulheres.

Atualmente, São José possui uma frota de mais de 477 mil veículos e as motocicletas representam 15% do total.

Para reduzir o número de acidentes e mortes, a Prefeitura de São José dos Campos tem investido em serviços e ações permanentes de segurança e educação no trânsito.

Faixas para motos

Estão em implantação faixas de retenção de parada exclusiva para motos à frente dos demais veículos, nos semáforos de 28 cruzamentos da cidade. Com as novas faixas, a cidade passa a ter 33 cruzamentos sinalizados nos principais corredores da cidade.

Com cerca de quatro metros, as faixas são delimitadas por duas linhas de retenção com a pintura de um motociclista no solo, destinada exclusivamente à espera de motocicletas e posicionada junto à aproximação semafórica. A chamada “área de espera” está prevista no Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito.

A sinalização promove a fluidez e segurança do sistema viário e permite que as motos ocupem o espaço frontal semafórico e saiam antes dos outros veículos, reduzindo os conflitos e garantindo maior segurança e agilidade aos motociclistas após a abertura dos sinais.

Dos 28 novos cruzamentos propostos para receber sinalização exclusiva de espera de motocicleta, 17 foram sugeridos pela AMVAPLN (Associação de Motoboys do Vale do Paraíba e Litoral Norte).

Balanço

Diariamente, são realizadas ações pelo Educamob em escolas, bares, operações de trânsito com pedestres, ciclistas e motociclistas, sempre com o objetivo de conscientizar sobre as boas práticas no trânsito.

Em 2023, foram realizadas mais de 1.200 ações que atingiram cerca de 356 mil pessoas. A maior parte delas, 427, foram operações educativas no entorno de escolas das redes pública e privada. Também foram realizadas 374 ações voltadas aos pedestres por meio de campanhas como Sinal de Gentileza, que conscientiza sobre travessia segura.

O Educamob realizou ainda 212 palestras orientativas, 156 operações voltadas para ciclistas e 34 blitze em parceria com a Polícia Rodoviária Federal.

 


MAIS NOTÍCIAS

Secretaria de Mobilidade Urbana

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *